Blog

A conformidade técnica no mercado de telhas em aço
Normas brasileiras estabelecem requisitos mínimos obrigatórios

A conformidade técnica no mercado de telhas em aço


Telhas em aço já são amplamente utilizadas em edificações industriais e comerciais, e estão também começando a ser vistas como uma ótima solução para o segmento residencial, por serem leves, resistentes e mais estanques do que as soluções convencionais em cerâmica. E, quando o assunto é desempenho e durabilidade, vale destacar a importância da análise de características que vão do tipo de telha escolhida, passando por suas dimensões e espessuras, até as questões que envolvem o seu revestimento metálico protetivo.

Para garantir que o consumidor tenha assegurada a qualidade requerida no momento da compra do produto, normas brasileiras estabelecem requisitos mínimos obrigatórios e a observância a elas é fundamental para garantir não apenas a durabilidade da edificação, mas também a inexistência de riscos ao patrimônio e à segurança do usuário. E são muitos esses riscos: arrancamento das telhas pelo vento, ataque por agentes agressivos presentes no ambiente, amassamento da telha quando da execução do telhado ou da sua manutenção com o consequente empoçamento de água, riscos de infiltração de água e ainda de patologias ligadas à falta de estanqueidade, como: mofo, corrosão de armaduras das estruturas, desagregação e até destacamentos de argamassas, sem contar os evidentes transtornos que todo vazamento trás para os usuários e os bens que deveriam estar sendo protegidos por essa telha.

Espessura da Chapa e Camada de Revestimento Metálico

Sobre a espessura da telha, a tolerância para espessura nominal 0,43 mm é de espessura limite mínima de 0,40 mm e para espessura nominal 0,50 mm é de espessura limite mínima de 0,47 mm. Para espessuras nominais da telha acima de 0,40 mm é necessário limite de escoamento mínimo do aço de 230 MPa e para espessuras nominais da telha abaixo de 0,40 mm é necessário limite de escoamento mínimo do aço de 550 MPa. As normas de telhas em aço explicam que a espessura nominal da telha é a soma das espessuras da chapa de aço e do revestimento metálico de proteção (zinco ou liga alumínio+zinco).

Quando o assunto é massa mínima do revestimento metálico, vale destacar que ele tem a função de proteger o aço contra a corrosão e que as normas de telhas em aço estabelecem que o peso do revestimento metálico Galvalume, por exemplo, deve ser no mínimo 150g/m² (soma das duas faces) para telhas com ou sem pintura.

A telha em aço com revestimento Galvalume já possui a confiança do mercado, graças a sua excelente resistência à corrosão. O Galvalume é uma liga de alumínio e zinco, que é aplicada através de um processo de imersão de bobinas de aço laminado a frio em uma linha de galvanização contínua. O revestimento possui uma composição de 55% de alumínio, 43,4% de zinco e de 1,6% de silício. Este tipo de revestimento apresenta ainda alta refletividade à radiação solar, bem como boa resistência à abrasão.

Combate a não conformidade é assunto extremamente relevante nesse mercado

A não-conformidade de materiais e componentes na construção civil resulta em edificações de baixa qualidade, afetando o habitat, os usuários das edificações e a sociedade como um todo. A baixa qualidade da telha de aço pode gerar a deterioração da cobertura, com a consequente degradação e prejuízos nas atividades ligadas aos edifícios (residenciais, comerciais e industriais). A não conformidade aumenta ainda o desperdício e diminui a produtividade das atividades desenvolvidas nas edificações.

Os requisitos mínimos para as telhas de aço são estabelecidos pelas normas:

- ABNT NBR 14513 – Telhas de aço revestido de seção ondulada

- ABNT NBR 14514 – Telhas de aço revestido de seção trapezoidal


Fonte: Cbca 




Produtos recomendados



AP 10x3/4" DURASEAL C/ ARR EPDM